Search

Tartaruga marinha é resgatada com ferimentos em Balneário Camboriú

Animal foi retirado do mar por marinheiros e resgatado pelo grupo de Proteção Ambiental da Guarda Municipal

Na manhã do último sábado, 28, o grupo de Proteção Ambiental da Guarda Municipal de Balneário Camboriú foi acionado para atender uma ocorrência na praia de Laranjeiras, onde havia uma tartaruga debilitada no local.

A equipe foi para praia, onde encontrou uma grande tartaruga marinha sendo retirado de uma embarcação viva. Contudo, ela estava muito debilitada, magra, com cortes no pescoço e nadadeiras.

O pessoal que retirou-a do mar relatou que navegavam pelo local quando a encontraram se batendo no mar.


A tartaruga marinha estava enroscada e presa em resíduos como cordas e madeiras.

No local, o grupo acionou o Projeto de monitoramento de praias (PMP/Univali), O órgão é responsável pelo atendimento, que tem como objetivo resgatar as aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário a animais vivos e necropsia nos mortos.

Entretanto, a equipe do PMP informou que estavam em outro atendimento e demorariam um pouco para chegar ao resgate. Como, nestes casos, cada segundo faz diferença para salvar o animal, ela foi colocada na caçamba da viatura e levada até Penha, sede do complexo do PMP, onde já havia uma equipe de veterinários e biólogos no aguardo.

Ao chegar, a equipe de especialistas técnicos do PMP deu início no tratamento de recuperação da tartaruga.


A tartaruga é da espécie Caretta caretta, também conhecida como tartaruga-cabeçuda ou Tartaruga-mestiça, mede aproximadamente 1 metro, da cauda até a cabeça e pesava em torno de 60 quilos, sendo que o status dessa espécie no Brasil é de perigo, segundo Ministério do Meio Ambiente.


O grupo pode ser acionado através da central (153).



AC2 Produção, Comunicação & Marketing